Temps  4 hores 17 minuts

Coordenades 1012

Data de pujada 28 / de maig / 2016

Data de realització de maig 2016

-
-
921 m
530 m
0
2,9
5,8
11,62 km

Vista 1497 vegades, descarregada 53 vegades

a prop de Trebilhadouro, Aveiro (Portugal)

Este percurso não está sinalizado e tem início na recuperada aldeia de granito de Trebilhadouro, classificada como “Aldeia de Portugal”, localizada na freguesia de Rôje, concelho de Vale da Cambra.

Efetuado no sentido dos ponteiros do relógio (não terá sido má escolha), decorre numa paisagem florestal e agrícola, encaixada entre duas serras, a do Trebilhadouro e do Alto do Galinheiro, tendo pelo meio o vale que nos serve de referência na orientação e que se prolonga até a aldeia de Fuste, seguimos por estradões florestais e por parte da Grande Rota (GR28), que apanhamos quando vamos no sentido da aldeia do Merujal e que nos leva a percorrer um pequeno troço da via romana que ligava Viseu ao Porto, e terminamos percorrendo caminhos rurais ladeados entre muros e algum (muito pouco) asfalto.

Determinados em explorar este local que serviu de base para o gozo de umas miniférias, programamos este percurso tendo como objetivo principal chegar às Gravuras Rupestres do Trebilhadouro, objetivo conseguido, cujas coordenadas obtivemos no endereço “ http://www.rota-ap.pt/linha/freita/ponto/f1-gravuras-de-trebilhadouro/como-chegar ”, e a alguns monumentos funerários Megalíticos “Mamoas” do Trebilhadouro, da Cumeeira e da Devesa, cujas referências que obtivemos noutros endereços, não nos ajudaram a localizar os vestígios destes monumentos, talvez porque estejam bastante camuflados no mato bastante denso e, o agravamento das condições atmosféricas no alto da serra (chuva e nuvens baixas), fez diminuir drasticamente a visibilidade, pelo que foi mais prudente não nos desviarmos das referências que criamos para este percurso. No entanto, deixo a indicação que obtivemos em " https://www.google.com/maps/d/viewer?gl=pt&oe=UTF8&msa=0&ie=UTF8&mid=1rZlW-OwVkNk46QCLw7zoCY3akQs " ou no formato Kml (Google Earth) “ sig.cm-valedecambra.pt/portal/Pontos_Interesse.kml ”, na expetativa de que possa ser útil ou do interesse para quem pretenda, com melhores condições de tempo, localizar os restantes vestígios dos monumentos megalíticos.

Pontos de interesse:
- A aldeia de Trebilhadouro, recuperada para turismo rural, mas que mantém a traça original da casa rural portuguesa em pedra granítica, inclusive nos caminhos, mantendo o tanque público e a fonte.
- As Gravuras Rupestres do Trebilhadouro, referenciadas em “ http://www.rota-ap.pt/linha/freita “.
- As vistas da serra do Trebilhadouro e da serra do Alto do Galinheiro, de onde se consegue ver o mar e a ria de Aveiro nos dias menos nebulosos.
- Do local onde se encontra o depósito de água, avista-se uma cascata, bastante ativa neste dia, e que alimenta uma ribeira que vai desaguar no rio Caima e rega os campos das aldeias vizinhas.

Recomendações:
Por este percurso não estar sinalizado e apesar de decorrer em estradões (alguns muito pedregosos e em mau estado), estes entroncam e cruzam levando por vezes a várias direções, pelo que se recomenda o uso de GPS.
Inicio
Paisagem
Gravuras Rupestres do Trebilhadouro
Pinhal
Vista para Fuste e pormenor do caminho.
Pormenor do caminho.
Deposito de àgua e vista para cascata.
Pormenor do caminho
Casa abandonada
Pormenor do caminho
Milheiro
Ponte
Vinhas
Campos de cultivo
Fim
Caminho entre muros.
Pormenor do percurso
Limite do Trebilhadouro

Comentaris

    Si vols, pots o aquesta ruta.