Coordenades 347

Data de pujada 13 / de març / 2014

  • valoració

     
  • informació

     
  • Fàcil de seguir

     
  • Entorn

     
-
-
252 m
82 m
0
2,4
4,8
9,65 km

Vista 3304 vegades, descarregada 87 vegades

a prop de Codeçal, Lisboa (Portugal)

REALIZADO A 06-10-2013

PERCURSO AMARELO - 7,5 km
É o percurso com paisagens mais bonitas porque passa por zonas altas. Bom percurso para observação de aves de rapina.
As seguintes informações são relativas aos 3 percursos de 7,5 km:
- Duração máxima 3 horas com grau de dificuldade moderado;
- A extensão e as características dos percursos não aconselham a sua realização por menores de 9 anos;
- Horário de entrada a partir das 9h30 horas, sendo a última entrada às 15h30;
- Estes percursos podem ser guiados com pré-marcação de pelo menos três dias e para grupos de mínimo de 20 pessoas.
Fonte: http://www.tapadademafra.pt/actividades/publico/publico-fins-de-semana.html

NOTAS HISTÓRICAS SOBRE A TAPADA DE MAFRA
D. João V, o “Rei Magnânimo” (1706-1750), mandou construir um Palácio-Convento na Vila de Mafra em cumprimento da promessa que fez, caso a Rainha lhe desse descendência.
Este grandioso monumento, construído numa época de grande prosperidade real em resultado da exploração de ouro e diamantes do Brasil, constitui uma obra-prima do Barroco Português.
A Real Tapada de Mafra foi criada em 1747 com o objectivo de proporcionar um adequado envolvimento ao Monumento, de constituir um espaço de recreio venatório do Rei e da sua corte e ainda de fornecer lenhas e outros produtos ao Convento.
Com uma área de 1187 hectares, a Real Tapada de Mafra é rodeada por um muro de alvenaria de pedra e cal, com uma extensão de 16 Km. A Tapada foi dividida em três partes separadas por dois muros construídos em 1828, estando actualmente a primeira, com 360 hectares, sob administração militar.
Desde o século XVIII até à implantação da República, a Real Tapada de Mafra foi local privilegiado de lazer e de caça dos monarcas portugueses, sendo contudo nos reinados de D. Luís (1861-1899) e de D. Carlos (1899-1908) que a Tapada conheceu o seu período áureo como parque de caça.
Segundo Alexandre Herculano, escritor e grande entusiasta do desenvolvimento agrícola do país, a Tapada, em 1843 e na sequência da vitória do regime liberal, foi instituída em Granja Real, quinta-modelo para o desenvolvimento da agricultura, silvicultura e criação coudélica da região. O projecto contudo não vingou e a Tapada retomou as suas antigas funções.
Com a implantação da República passou a designar-se Tapada Nacional de Mafra, sendo utilizada fundamentalmente para o exercício da caça e para actos protocolares.
A partir de 1941 foi submetida ao regime florestal total, sob tutela da Direcção-Geral dos Serviços Florestais e Aquícolas, passando a ser gerida numa perspectiva mais ambiental.
Em 1993 a Tapada foi concessionada à Empresa Nacional de Desenvolvimento Agrícola e Cinegético (ENDAC), uma sociedade de capital exclusivamente público na dependência do Ministério da Agricultura.
A partir de 1998 é criada uma Cooperativa de Interesse Público para aproveitamento dos recursos da Tapada, com o Estado a deter posição maioritária no seu capital social, numa parceria com a Câmara Municipal de Mafra e entidades privadas.
Fonte: http://www.tapadademafra.pt/conheca-a-tapada/a-historia-da-tapada.html

Forno desactivado em 1965 era usado para trabalhar as pedras das várias pedreiras da região e produzir a cal.
O gamo (Dama dama) é um mamífero ruminante semelhante ao veado, tendo, porém, a cauda comprida e a parte superior dos galhos achatada e palmada. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Gamo
O gamo (Dama dama) é um mamífero ruminante semelhante ao veado, tendo, porém, a cauda comprida e a parte superior dos galhos achatada e palmada. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Gamo Os veados ou cervos são mamíferos da ordem dos artiodáctilos pertencentes, em senso estrito, à família Cervidae. Entretanto, várias espécies semelhantes, de outras famílias da mesma ordem, são também chamados veados. Em Portugal, é normalmente usada esta designação para referir os veados-vermelhos. Cauda curta e parte superior dos galhos não é achatada mas sim como troncos. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Veado

1 comentari

  • Romano1 01/05/2015

    He fet aquesta ruta  veure detalls

    Bom para descontrair.

Si vols, pots o aquesta ruta.