• Foto de Hard Enduro Valongo

Temps  6 hores 35 minuts

Coordenades 4698

Data de pujada 27 / de febrer / 2018

Data de realització de febrer 2018

-
-
404 m
26 m
0
23
46
92,19 km

Vista 456 vegades, descarregada 29 vegades

a prop de Valongo, Porto (Portugal)

E que bela volta de Hard Enduro! Daquelas durinhas (quem me conhece já sabe com o que pode contar..) e com muita coisa nova! Classificada como só para experientes porque é mesmo!!! Estejam cientes das vossas capacidades.....Hard enduro é o nome que dei mas poderá ser muito bem extreme enduro dependendo das capacidades de cada um. Até ao km 40 têm bastantes descidas e alerto para este facto porque há quem não goste muito de descer e uma delas percorre a encosta inteira a direito. Perto do km 45 (desvio de 2kms para a N222) metemos gasolina e recomendo que o façam mesmo se a fizerem a um ritmo lento.Andar nesta zona as motas gastam mais. Resumindo: Começa nas bombas do Alto de Valongo, passagem pelo sanatório numas trialeiras que abri recentemente, nesta mesma zona têm um singletrack (desconhecido para a maoria) excelente, descida do primeiro lanço dos consagrados, subida do 3º lanço da trialeira das antenas (a fotografia foi tirada aí) , singletrack longo com descida a direito das costas desse mesmo monte, rio couçe, tira teimas a subir, seguida de 2 descidas técnicas...trialeira nova nas costas da "trialeira do penedo", uma parte muito engraçada na estrada de alvre para a senhora do salto que costumo fazer, parte do trilho dos caminhos de bois, uma sequência de trialeiras misturadas com singletracks, descida ao lado da trialeira do colchão, estradão em direcção á serra da boneca (há que diversificar e como gosto de andar rápido...) e dá a volta numa trialeira em melres que é muito do meu agrado mas não sei o nome (é algo delicada). Logo a seguir têm duas traleiras bem técnicas. Regresso a passar na subida impossível (saimos a metade) sempre em singletrack até ao vale da burra (passamos ao lado) e têm uma trialeira bem dificil se estiver o tempo humido...sequencia de singletracks, passagem na fonte de alvre, regresso ao lado da AE num sentido e trilho que pouca gente faz ou conhece ,singletracks e descidas com piso realmente duro a partir dai. Pouco mais há a dizer sem ser que no final do estradão do rio couce ao lado do monte careca abrimos uma trialeira nova e é bem engraçada porém não ao alcançe de todos... Aproveitem porque apesar de ultimamente não andar muito pela zona nem tão pouco fazer hard enduro têm aqui uma grande volta!! Nota: O tempo total foi de 6h35 mas não fiz pause nas paragens e o meu Garmin deu 3h32 em andamento.

Comentaris

    Si vols, pots o aquesta ruta.